Observações do telescópio Alma permitiram mapear o gás molecular e a poeira nas galáxias onde ocorrem explosões de raios gama

  • Observações obtidas com o telescópio Alma (conjunto de antenas gigantes posicionadas no Chile) permitiram aos astrônomos mapear diretamente, e pela primeira vez, o gás molecular e a poeira nas galáxias onde ocorrem explosões de raios gama - as maiores explosões no Universo. 

Foi possível observar menos gás e muito mais poeira do que o esperado, fazendo com que estas detonações pareçam 'explosões escuras'. 


Este trabalho foi publicado na revista Nature de junho/2014. 

Trata-se do primeiro resultado científico do Alma relativo a explosões de raios gama.


0 comentários:

Post a Comment